quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Be Happy!!



Tenho de admitir que 2015 foi um bom ano.
Foi o ano em que entrei nos 40, supostamente (esperemos) metade da vida.
 
Este ano vivi mais do que nos outros, vivi novas emoções, fui mais além, descobri coisas sobre mim que não sabia, fui mais feliz. Gosto de parar um pouco e dar graças ao que tenho que é muito.
Para 2016, quero somente o mesmo, sentir-me feliz com quem sou e com quem me rodeia.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Estará o reflexo na nossa cabeça?!


Sabes aqueles dias em que ninguém pode falar contigo? Estás com uma neura do tamanho do mundo e parece que vais rebentar a chorar quando te perguntam o que tens.je foi um desses dias. Porquê? Sei la! Estava chateada com o mundo, acho eu...

Para espantar a neura, entrei numa loja, vi uma camisola que gostei e fui experimentá-la. Ainda zangada com o mundo, olhei de relance para o espelho do provador e a imagem que ele me devolveu foi ligeiramente agradável. Gostei do que vi, das curvas... não fosse estar compenetrada a chafurdar na auto-comiseração e tinha-me admirado mais um pouco. Afinal, estes milagres não acontecem sempre...

Às vezes fico sem perceber se são os espelhos que refletem imagens diferentes do nosso corpo, ou se os olhos da nossa alma nos veêm de maneira diferente...

P.S.: Claro que a camisola veio... era um M ainda para mais :-)

domingo, 27 de dezembro de 2015

Entre o Natal e o Ano Novo



Por cá volta-se à alimentação regrada. Quanto mais não seja porque o corpo já não aguenta mais docinhos...

Os restos acabaram e a sopa vai ser a minha melhor amiga estes dias... até dia 31, claro!

sábado, 19 de dezembro de 2015

Dos traumas de infância...

Eu tinha quase 5 anos quando fui pela primeira vez para o colégio. Até aí a Leninha tinha sempre estado debaixo da asa da avó que lhe fazia algumas vontades, como é o dever das avós, claro.

O colégio era de freiras e a única recordação boa que tenho é do sabor dos gelados de groselha que havia uma vez por semana. Era um sítio frio, as freiras não eram carinhosas, as meninas grandes que já andavam na 1ª classe eram más, principalmente a Rita, que me mordia e me tirou as amêndoas de licor que a minha mãe me deu. A minha única amiga era a Natacha e nós brincávamos durante muito tempo com uma tigela cheia de legos azuis e vermelhos que estavam numa estante.

Lembro-me perfeitamente do cheiro do refeitório. Cheirava a sopa. Sopa inteira. Sopa com couves que eu demorava imenso a comer porque cada colher que era obrigada a meter à boca ficava lá imenso tempo. As couves metiam-me nojo, não conseguia engolir sem me dar vómitos e quando ninguém estava a olhar, colava os fios que me enojavam debaixo da mesa. Odiava aquele horroroso colégio de freiras.

Nunca mais na minha vida consegui comer couves! Em minha casa há sempre sopa feita, mas a minha sopa tem de ser sempre passada e bem passada, senão mesmo passados 35 anos, continua a dar-me vómitos. Para mim, o bacalhau no Natal não tem couves, não suporto caldo verde, e o único legume do cozido à portuguesa é a cenoura.

Odeio as freiras e odeio as couves! Nunca lhes consegui dar uma segunda oportunidade...

Até agora...


Os legumes salteados têm sido o acompanhamento de muitas refeições  por aqui. Couve e cenoura finamente fatiadas vão para o tacho com um fiozinho de azeite e um dente de alho picado, no fim um pouco de vinagre e é só servir. O sabor afinal é bom! É saudável e aconchega a barriguinha. 

Afinal a Lena já gosta de couves... mas para já, só das minhas... 

As freiras, essas, ainda têm muito que andar para me conquistarem.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Ranhosa!!


Já não me lembrava de uma constipação assim!

A fase das dores de cabeça e de garganta já passou... estou na fase da ranhoca esverdeada ... ainda falta a fase da tosse que me dá normalmente à noite na cama...

Até tive direito a 3 diazinhos de ronha no sofá com chazinho de casca de limão.

E só apanhei um cadito de frio na sexta-feira à noite! Sou mesmo um vidrinho de cheiro...

domingo, 13 de dezembro de 2015

Descoberta da semana #2

Este utensílio que permite fazer esparguete de vegetais e o máximo. 

Já experimentei em cenoura para fazer os fios maiores e misturar na couve salteada...


E também experimentei em courgete em substituição de esparguete mesmo. Ficou muito boa!


Esparguete de courgete (crua) com peru e cogumelos estufados.


Raspei a courgete no sentido do comprimento e temperei com vinagrete de mel e mostarda. Depois pus a carne por cima, tudo misturadinho ficou mesmo uma delícia!

Comprei na Deborla, dizem que também há nas lojas chinesas, mas não consegui encontrar.

sábado, 5 de dezembro de 2015

Finalmente!!


Baixei do raio do peso em que estava encravada há 3 meses!!!

Mais do que isso, cumpri tudo o que planeei, especialmente a parte dos 30 minutos de elítica por dia. Confesso, houve dias que foi mesmo pelos cabelos que levantei o rabo da cama ou do sofá, mas no fim, a sensação é mesmo boa :)

O hubby e a filhota acham que eu estou bem assim, não me vêem como eu me vejo e me sinto, mas apoiam-me e essa é a parte mais importante.

A próxima semana vai ser para continuar garantidamente.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Descoberta da semana #1

Esta manteiga corporal de ameixa da Body Shop é capaz de ser um dos melhores cremes que já tocaram a minha pele.

O cheirinho é delicioso...
A pele fica macia, macia, macia...
E fica hidratada por tempos infinitos...
Só não adoro a textura espessa, custa um bocadinho a espalhar, mas nem por isso fica a pele gordurosa, fica somente macia e cheirosa!

Muito bom!

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Em dezembro, Sweet?!



Hoje levantei-me 10 minutos mais cedo, preparei os lanches, o pequeno almoço e antes do banho fiz 20 minutos de elítica enquanto passeava pelo Twitter. Não me custou nada. Logo quando chegar a casa e antes de começar a fazer o jantar quero fazer mais 10 minutos.

 E já que é dia 1, neste mês de dezembro quero fazer 30 minutos de exercício por dia, é este o meu desafio para mim própria, é aqui que me quero puxar, pelo menos estes 30 dias.

Dezembro é um mês atípico cheio de jantares, festas e abusos, mas vendo bem, é precisamente por isso que tenho de puxar por mim. E mais a mais, metade do mês a princesa está de férias o que diminui o stress matinal.

Vá lá, posso não ter 30 minutos seguidos, mas 10 ou 15 minutos de cada vez, aquela máquina do demo vai ter de me aturar.

Afinal, se eu não cuidar de mim, ninguém o vai fazer...

sábado, 28 de novembro de 2015

Porque é que eu deixo que ela me enerve?!


Às vezes apetece-me voltar ao Póvoas...
Às vezes apetece-me ir para um nutricionista...
Às vezes apetece-me mandar tudo ao ar...
E às vezes (muito de vez em quando) não ligo puto...

Sei bem quanto me custou a fase do desmame no Póvoas, afetou-me imenso psicologicamente. Mas por outro lado, o durante fez maravilhas ao meu corpo e ao meu ego. Agora, que sei ao que vou, se calhar conseguiria lidar com o desmame de maneira diferente...

Fui uma vez a uma nutricionista. Na altura já tinha iniciado a reeducação alimentar, contei-lhe os meus hábitos e ela disse: OK, no café com leite em vez de 2 adoçantes ponha só 1, pese-se em casa e vemo-nos daqui a um mês... Nunca mais lá pus os pés! Apoio ZERO!

Eu sempre fui auto-didata nisto da RA, tenho uma maneira peculiar de encarar a "dieta" (extremismos nunca) e tenho imenso medo de a) encontrar outro incompetente na área ou b) restringirem-me de tal modo que me apeteça desistir de imediato... Não sei se estou bem preparada para um nutricionista a dar-me ordens...

Mandar tudo ao ar não é opção, no fundo eu sei disso. É só a raivinha a falar, nunca na vida!

Ainda estes dias a minha cunhada me dizia que os 40 lhe tinham trazido imensas mazelas. A mim não, sinto-me melhor agora do que na viragem dos 30. Sinto-me mais segura, mais feliz e mais saudável... Será que os 40 me trouxeram um travão ao metabolismo, afinal?!

O hubby perguntou-me o que eu queria para o Natal e eu respondi: Perder 5Kg! Já tenho tudo o resto. Na realidade eu quero perder 10Kg, mas não sei como o fazer.

Sim, já sei que perdi mais de 20, até perdi mais de 30, mas depois andei para trás, perdi este comboio e parece que não consigo subir outra vez para o raio da carruagem!

Estou presa literalmente neste peso há 3 meses, ora sobe 100gr ora desce 100gr... isto não ata nem desata e eu preciso de dar um abanão a isto.

Só não sei como o fazer...

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Do chocolate e das vitórias da vida...



Antigamente cá em casa não havia chocolate… quer dizer, havia, mas era logo comido… à mão cheia, como quem come broa! Comprava-se e enquanto não acabasse, eu não descansava.
Hoje, o chocolate tem uma latinha própria. Seja comprado ou oferecido, vai para a latinha e quando apetece mesmo, ele está lá.
Afinal o chocolate não tem pernas, não foge a sete pés nem fica triste se ninguém o come!

Um destes dias, abri a latinha e sorri. Havia lá:
- Ferrero Rocher e Guylian que comprei recentemente porque são os preferidos cá em casa
- Meia tablete de chocolate de pintarolas que veio das férias em agosto
- Mini-ovinhos que sobraram da Páscoa
- Bolas de Natal que estiveram penduradas na árvore no ano passado

Pois é, se me der ganas de atacar chocolate ele está ali. Não foge nem fica triste se não me vir.
E eu, a olhar para a latinha de sorriso triunfante nos lábios… Eu venci!... A comida que dantes me dominava, é agora inofensiva.

Era precisamente a este patamar que eu queria chegar e fico imensamente orgulhosa de o ter conseguido!


sábado, 21 de novembro de 2015

Como correu a primeira semana Sweet?


Ora, até correu bem... vejamos:

- Beber 40 copos de água
     - Bebi 42. Considerando que ultimamente bebia somente às refeições, foi um belo passo
- Fazer 2h30m de exercício
     - Só consegui fazer 2h00. Sei que me consigo disciplinar neste campo e é esse o objetivo para a próxima         semana
- Fazer 4 refeições mais restritas de sopa e pouco mais
     - Feito, sem dificuldade
- Tenho direito a 2 desvarios
     - Foram lasanha de frango e tarte de amêndoa. A restante alimentação é controlada, mas sem ser muito           restrita. O suficiente para não me sentir em "dieta" e sentir que eu controlo a comida e não o contrário.

Esta semana quero continuar neste caminho. Não foi desta que a balança cedeu, mas sinto-me em paz com a minha consciência, por isso: missão cumprida!

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Não há nada melhor...


... do que estar no sofá só com a luz da árvore de Natal...

No domingo decoramos a casa toda em manga curta... acho que nunca tinha acontecido...

O S. Pedro deve ter dado uma sapatada na testa e ter dito "Ah, pois é... estamos em novembro!! Deixa cá ligar o arrefecedor..." E pronto, acabou-se o calorzinho que, diga-se, já me andava a irritar...

domingo, 15 de novembro de 2015

40... e agora?!


Agora é a ocasião mais do que perfeita para um recomeço em grande.

Agora sim, tenho a minha folha em branco perfeita... lisinha, limpinha, para escrever mais uma página da minha vida.

Quero voltar a sentir-me bem no meu corpo e quero voltar a manter o foco permanentemente para o conseguir. Quero voltar a ter a minha consciência tranquila e a sentir que não me sabotei.

Para já os planos para esta semana são estes:
- Beber 40 copos de água
- Fazer 2h30m de exercício
- Fazer 4 refeições mais restritas de sopa e pouco mais
- Tenho direito a 2 desvarios

O meu objetivo principal é ser saudável, não permitir que a obesidade me defina nem me traga problemas. Se a perda de peso for um dano colateral, melhor...

Sempre quis ser um bom exemplo para a minha filha e para isso tenho de lhe mostrar que tenho de me amar a mim própria e que tenho de cuidar de mim. Acho que estou no bom caminho.

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

domingo, 8 de novembro de 2015

Almoço de domingo

Quando eu era miúda domingo cheirava a carne assada no forno e soava a Fórmula 1 na TV... havia só 2 canais, não havia grande escolha...

Hoje em dia, almoço-de-domingo que é almoço-de-domingo tem de ser no forno... hoje podemos escolher o que ver na TV, mas o aconchego do forno, tem de estar sempre cá...

Apetecia-me fazer algo diferente e delicioso... bem sei que não é light, mas é mesmo fácil, rápido e muito bom!

Folhado misto de frango e cogumelos

- 1 embalagem de massa folhada
- bifes de frango finos temperados com sal e pimenta
- queijo ralado
- fiambre fatiado
- 1 latinha de cogumelos
- 1 gema de ovo

No meio da massa folhada colocar fatias de fiambre. Colocar por cima os bifes de frango crus, seguidos do resto do fiambre, o queijo e por último os cogumelos.



Fechar a massa folhada, pincelar com a gema de ovo e levar ao forno durante 30 minutos. Normalmente quando a parte de cima começa a ficar tostadinha costumo colocar o tabuleiro no fundo do forno para cozinhar bem a massa folhada por baixo.


Não é light, mas é tão bom!! Acompanhado de uma saladinha mista é uma refeição impecável!



quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Muffins de aveia, maçã e canela

Outra variedade de muffins que ficaram para lá de bons, perfeitos para uma tarde de outono!



Muffins de aveia, maçã e canela
(para 12 muffins)

- 2 ovoS
- 1 maçã em cubinhos pequeninos
- 150gr de farinha
- 100gr de aveia
- 100gr de açúcar amarelo
- 100ml de leite
- sumo de meio limão
- 1 c. (café) de bicarbonato de sódio
- 1 c. (café) de fermento em pó
- 2 c. (chá) de canela

Misturar a farinha com a aveia, o bicarbonato, o fermento e a canela. À parte misturar os ovos batidos com o açúcar, a maçã, o leite e o sumo de limão. Misturar os ingredientes secos com a mistura líquida e levar ao forno quente em forminhas de papel durante 30 minutos

Ficam bons e relativamente saudáveis. Ótimos para um lanche com um chá fumegante.

domingo, 1 de novembro de 2015

Invisible...


* Domingo *

8:30
Acordo com o sol a entrar pela frinchinha da persiana que não ficou totalmente fechada ontem à noite... Toda a casa dorme...
Tomo o pequeno-almoço..."Hummm... sofá ou rua?!..."

9:00
Sapatilhas calçadas, calças de fato de treino e casaco fashion, fones nos ouvidos, música no bolso...
Lá vou eu... foi a música que me convenceu.
Músicas novinhas que me põem no patamar de uma autêntica fangirl (ou fanmom) e criar laços fortes com a princesa. Músicas que refletem um modo de estar na vida que eu admiro, o Don't be afraid to be yourself, no matter what...

10:00
A caminhada não me custa, vou distraída a trautear a letra... sou só eu... não há ninguém no mundo que eu quisesse a meu lado agora... eu e a minha sombra... gosto desta companhia!

11:00
Meto a chave à porta... A casa ainda dorme... só o Xavier canta na gaiola, ele que sente os raios do sol a entrar pela frincha da persiana da cozinha...

11:30
A água morna a percorrer o meu corpo lava o cansaço e atenua a dorzinha que apareceu no regresso a casa... Depois da massagem com o creme perfumado, torno a vestir o pijama... ninguém deu por nada

Fui e vim com a melhor companhia do mundo, não perdi nem um momento... Gosto da minha companhia!

Bom domingo!


sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Dos lanches da tarde...

Esta semana não houve um lanche igual ao outro:

Rolinhos de queijo e fiambre, bolachas de cereais e chá
Iogurte com cereais e maçã aos cubinhos - tudo misturado -
Café com leite, pão com fiambre e caqui laminado
Queijo fresco, laranja e muffin de cenoura e aveia
Compal light, queijinhos e muffin de cenoura e aveia
Eu sei que não são lanches super-lights, mas acho que são equilibrados e, acima de tudo, reconfortantes... são o meu miminho da tarde!

Objetivo conseguido!

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Lanche da tarde


Uma das minhas horas do lobo (é, eu tenho várias...) é a hora do lanche da tarde!

Ultimamente o meu lanche da tarde tem sido sempre a mesma coisa (iogurte, pão com fiambre e triângulo de queijo). 

Resultado: além de já não conseguir ver isto à minha frente, depois de lanchar fico com a chamada fome emocional... o lanche não me satisfez e falta sempre qualquer coisita...

A partir de agora, vou deixar a rotina de lado e vou variar no lanche todos os dias.

Os meus lanches não propriamente lights, eu não me aguento com uma peça de fruta e uma gelatina, mas sei que são saudáveis.

Sim, eu quero perder peso, mas não quero abdicar de tudo o que é bom na vida... e mais a mais, eu tenho tempo... quero é sentir-me bem todos os dias!

Isto é um caminho eterno, vou trilhá-lo toda a vida, portanto não é de todo minha intenção ser radical.

No final da semana mostro-vos a montra dos lanches ;-)

domingo, 25 de outubro de 2015

Muffins de aveia, cenoura e laranja

Hoje apeteceu-me arregaçar as mangas e dedicar-me à cozinha.

Peguei no livro da Joana e inspirada nestes queques sairam estes muffins (ainda mais) saudáveis :


Muffins de aveia, cenoura e laranja 
(para 12 muffins)

- 1 ovo
- 200gr de cenoura ralada
- 150gr de farinha
- 100gr de aveia
- 100gr de açúcar amarelo
- 100ml de leite
- sumo de 1 laranja
- 1 c. (café) de bicarbonato de sódio
- 1 c. (café) de fermento em pó
- 1 c. (chá) de canela

Misturar a farinha com a aveia, o bicarbonato, o fermento e a canela. À parte misturar o ovo batido com o açúcar, a cenoura, o leite e o sumo de laranja. Misturar os ingredientes secos com a mistura líquida e levar ao forno quente em forminhas de papel durante 30 minutos


Ficam bons!!!... sente-se imenso o sabor da laranja e da canela, a cenoura dá-lhe um toque húmido e a aveia um toque ligeiramente crocante. 


Pelas minhas contas, cada um tem cerca de 125 calorias e ficam deliciosos a acompanhar um belo cappuccino como lanche especial de domingo. Os restantes congelo para quando me apetecer...


quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Não consigo!


Queria afastar-me um bocado do blog, mas não consigo. Faz parte da minha vida!

Sabem aquela sensação de pegar num caderno novinho a estrear e escrever na primeira página, o caderno limpinho novinho, sem um único erro? Queria isso!

Pensei em criar um blog novo para ter essa sensação. Um novo recomeço, desta vez sem erros...
Mas depois caí em mim. O blog sempre foi e será o meu Querido Diário. A minha vida não é perfeita e só sou a pessoa que sou hoje porque vivi os meus erros e aprendi com eles.

Por isso, mantenho-me por aqui na luta. Espero que a falar mais de vitórias do que de derrotas. Porque eu sei que o caderno não vai ficar imaculado para sempre, mas depende de mim a quantidade de erros que lá aparecem.

terça-feira, 13 de outubro de 2015

A sério?! É que não concordo mesmo nada…


A minha filha anda no 8º ano e tem aulas até às 18:30. Ora, como tem 2 pais que trabalham, de manhã ou tem aulas ou vai para o ATL. Feitas bem as contas, a miúda está com a cabeça nos livros das 8:30 às 18:30…
Na última reunião que tive no ATL, os professores (do ATL) estavam a tentar convencer os pais que os miúdos deveriam fazer os TPC em casa e resumos aos fins de semana para durante o tempo que estivessem lá poderem trabalhar as matérias do ATL…
Eu – incrédula - estava a ouvir os professores a falarem e os pais calados… não cheguei a perceber se estavam a concordar com o facto de estarem a querer sobrecarregar ainda mais as nossas crianças ou se estavam tão incrédulos como eu.
O que é certo é que a partir do momento em que nós (eu e o hubby) nos opusemos, começou a ouvir-se vozes de apoio por todo o lado. Mas então o ATL não é para fazer trabalhos de casa, tirar dúvidas e ajudar os miúdos a ganharem hábitos de estudo?!
A minha filha sai de casa todos os dias às 8:30. Entre chegar a casa, tomar banho, jantar e fazer a mochila para o dia seguinte, sentamo-nos no sofá entre as 20:00 / 20:30… ía agora fazer os TPC’s?!
E tempo para relaxar e para tocar guitarra e para simplesmente pastelar no facebook e no twitter, ver uma série… acham que isso não é necessário?!
E passar os fins de semana também agarrados aos livros?! Não concebo uma rotina destas. Os miúdos têm de ter tempo para serem miúdos!
Na próxima semana ela vai ter teste de História e de Geografia. Este fim de semana vamos passar 2 horinhas a estudar História e Geografia, isso OK… mas só porque vai ter teste na próxima semana…
Há um conceito que eu faço questão que a minha filha acredite: Tu tens tempo para tudo. Tens tempo para estares com os teus amigos, com os teus pais e com a tua família. Há espaço na nossa vida para tudo, mas nas proporções certas.
Não é a abafarem as nossas crianças com trabalho que elas vão dar mais rendimento, muito pelo contrário, pode é levar à desmotivação total.
Será que sou eu que sou muito permissiva ou está tudo louco?!

domingo, 11 de outubro de 2015

Foi assim...


Depois do click do post passado em que me aceitei onde estou agora, arregacei as mangas e recomecei.

Assim, na semana passada (no total para a semana toda) propus-me a:
- Beber 40 copos de água
- Fazer 2h30m de exercício
- Ter algum cuidado com a alimentação

E foi exatamente o que fiz!

Eu sei que não é nada de especial, mas para mim uma das coisas mais importantes é conseguir cumprir o que me proponho e ficar com a minha consciência tranquila.

Esta semana proponho-me o mesmo. Não começou lá muito bem a nível alimentar e físico porque os convívios sociais são mortíferos para a dieta, mas maravilhosos para a alma. Valeu a pena :-)

Boa semana!!

domingo, 4 de outubro de 2015

Não sou gaja de atirar a toalha ao chão...


Nunca na vida eu vou desistir! A vida pode dar-me as bofetadas que quiser, mas eu hei-de sempre lutar por me sentir bem na minha pele.

Faz esta semana 12 anos que eu decidi que queria mudar a minha vida e comecei a minha reeducação alimentar. Tinha 98,5Kg...

Hoje tenho menos 21Kg... sei que já tive menos 30kg e nesse peso sim, sentia-me espetacular.

Sinto que dei 2 passos atrás e é isso que me chateia, é isso que me deita abaixo...

Mas eu não posso passar a vida a olhar para os 68 e a lamentar-me que já lá estive e que deitei tudo a perder...

Eu tenho é de olhar para os 98 e admirar-me por estar já longe deles e tenho de me relembrar todos os dias que quero distância deles.

Porque se eu consegui uma vez, sou capaz de conseguir duas ou três, se for preciso. Eu não vou é desistir!

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Se eu não cuidar de mim...


Às vezes fico farta de me fazer de positiva e otimista.
Às vezes já não sei mais o que fazer.
Às vezes parece que desaprendi tudo.
Já me esqueci como é o sentimento de dever cumprido e de consciência tranquila.
Não percebo porque o meu peso continua a subir, já não sei o que fazer para ele baixar.
Não me consigo lembrar o que fazer para me dar o click.
Já não gosto outra vez de me ver ao espelho... os pneus voltaram a espreitar.
O medo de voltar a descontrolar-me (se é que já não estou descontrolada) voltou...
Preciso de arranjar um plano... um foco... e mantê-lo... Já não me lembro como se faz isso...

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Comprei uma coisa destas...

... que na realidade dá para fazer uma série de coisas.

Para já vou fazer esta rotina.



Vamos lá ver se gosto disto...

sábado, 26 de setembro de 2015

Sabe bem

Sábado de manhã, 9h00 - caminhada de 2h00 = 8,5km = sensação de dever cumprido!!

Depois dos abusos da semana passada, esta semana voltei a entrar nos eixos,  portanto agora é só continuar...

... desta vez sem planeamentos nem promessas a mim própria...

Ainda estou a ver o que resulta melhor comigo e continuo a adaptar-me. Não posso considerar isto uma derrota, mas sim adaptar-me a uma vida confortável...

Just go with the flow...

domingo, 20 de setembro de 2015

O ninho...

Esta semana foi de loucos!

Entre o aniversário do hubby na quarta, o da princesa no sábado e organizar um belo lanche para 22 pessoas, não me sobrou tempo nem cabeça para mais nada.

Ele foi fazer listas de comes e bebes, foi comprar presentes, foi fazer compras para a festa, foi tratar de salgadinhos e docinhos e fazer os bolos preferidos deles - bolo de chocolate para ela e de bolacha para ele - uma canseira!

Mas valeu imenso a pena! A princesa estava radiante e nós felizes por ela.

Aos 13 anos já poucas miúdas fazem festas de anos, mas por mim ela faz até querer, como quiser e com quem quiser. Este ano, como calhou ao sábado, ela quis convidar 5 amigas para almoçar e ficarem por cá na galhofa. Depois às 6 juntaram-se as primas, os tios e os avós para um belo lanche.

Ela adorou, mas foi bastante cansativo. Eram 10 da noite quando a família foi embora e ela me segredou ao ouvido: "Estou tão cansada! Só me apetece sentar-me no sofá contigo a ver Morangos e acabar o dia juntas..."


Estas palavrinhas soaram-me tão doces... o carinho... o sentimento de dever cumprido e de ser o ninho desta princesa...

A maneira absolutamente perfeita de acabar as férias. Amanhã começam as aulas, novos horários e novas rotinas.

E o horário dela deste ano dá-me uns 40 minutos de sobra às terças e quartas de manhã... posso aproveitar para me mexer um bocado... ou pastelar no sofá... ou tomar um banho mais longo... ou adiantar o jantar... hummm, o que será que vou escolher?!

sábado, 12 de setembro de 2015

Making teenage dreams come true


Acredito que ontem tenha sido o dia mais feliz da minha filha (até agora).

Tive o privilégio de ter feito parte dele,de a ter acompanhado a conhecer os seus ídolos americanos antes de um concerto espetacular... e fiquei tão feliz por ela!!
Fico feliz por saber que ela estava feliz.
Fico feliz por ter possibilidade financeira para lhe dar este miminho.
Fico feliz por ser uma mãe que se preocupa com a felicidade total dela.
Fico feliz porque para mim não é sacrifício nenhum gastar um dia de férias e esperar horas na fila para ver uns putos que fazem música (boa, por sinal).
Fico feliz por, às portas da adolescência, termos tantos gostos em comum o que nos aproxima no dia-a-dia..
Fico feliz por tanta música ter entrado recentemente na minha vida através dela, fazendo-me sentir mais jovem e viva!

Confesso que o meu medo da próxima fase da adolescência é simplesmente porque a minha não foi fácil e marcou-me imenso, algumas vezes pela negativa.

Uma vez, a minha (sábia) filha disse-me que eu não a podia comparar comigo na idade dela porque eu não sou para ela como a minha mãe foi para mim... Calou-me!

E tal como a Feijoca sabiamente disse no comentário ao meu último post,  "Quanto à adolescência ser uma fase difícil, não tem de o ser forçosamente. É uma fase de grandes mudanças físicas e um desafio para pais e filhos, sem dúvida. Se tivermos espírito positivo e definirmos bem quais são os valores que lhes queremos passar, os adolescentes não são nada complicados. O resto é como com todos os seres: atenção, mimo e limites."

Por isso, pára de sofrer por antecipação Sweet e continua a aproveitar a vida que tem sido amiga para ti!

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

De criança a adolescente...

Este mês a minha princesa entra oficialmente na adolescência!

O grande presente ela vai ter já amanhã: vou levá-la a ver um concerto dos ídolos dela ao Coliseu com direito a conhecer a banda, falar com eles e tirar uma foto. Sei que vai ser um dos melhores dias da vida dela e eu vou ter o privilégio de estar ao lado dela.

Ainda assim, queria marcar a entrada dela na adolescência com pompa e circunstância e nada melhor do que transformar o colorido quartinho de criança num suave quarto de adolescente.

Antes
Cor, cor e mais cor... rosa pirosinho qb

Depois
A foto não faz jus à cor. O papel anda entre os verdes, os
cinzas e os azuis e a cor da parede um verde-água lindíssimo!


O cantinho do estudo que já tinha sido anteriormente alvo
de ataque de pincéis...

... tornou a levar com tinta em cima, ligeiramente mais
escura do que a da parede, num efeito bem suave...

Era tudo a condizer: faixa, folho do cortinado, candeeiro...

Ainda pensei comprar um candeeiro novo... nããã... nada
que um pincel não resolva! Só falta um folho novo para
a cortina e está prontinho
Adorei o resultado e a princesa também...

Tu mereces filha, tens sido tudo o que eu sempre sonhei... Espero que nesta (difícil) fase que se avizinha continues a confiar em mim e a procurar-me. Sabes que eu hei-de estar aqui sempre para ti. Adoro-te!