segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Estará o reflexo na nossa cabeça?!


Sabes aqueles dias em que ninguém pode falar contigo? Estás com uma neura do tamanho do mundo e parece que vais rebentar a chorar quando te perguntam o que tens.je foi um desses dias. Porquê? Sei la! Estava chateada com o mundo, acho eu...

Para espantar a neura, entrei numa loja, vi uma camisola que gostei e fui experimentá-la. Ainda zangada com o mundo, olhei de relance para o espelho do provador e a imagem que ele me devolveu foi ligeiramente agradável. Gostei do que vi, das curvas... não fosse estar compenetrada a chafurdar na auto-comiseração e tinha-me admirado mais um pouco. Afinal, estes milagres não acontecem sempre...

Às vezes fico sem perceber se são os espelhos que refletem imagens diferentes do nosso corpo, ou se os olhos da nossa alma nos veêm de maneira diferente...

P.S.: Claro que a camisola veio... era um M ainda para mais :-)

5 comentários:

  1. E...acabaste por trazer a camisola ou ficaste a lamentar-te?

    ResponderEliminar
  2. São sempre os nossos olhos da alma, minha querida, os mais duros e críticos connosco. Mas não devia ser assim!!
    A caisola veio e a neura passou, certo? :-)

    ResponderEliminar
  3. Pessoalmente acho que é um pouco de ambos. Existem dias em que aceitamos a realidade do espelho nua e crua, noutros vemos algo menos bom ou melhor consoante o nosso estado de espírito.
    Mas sem dúvida que a maneira como estamos vai influenciar o que vemos!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  4. Também tenho dias assim. A imagem do espelho por vezes é distorcida, ou assim a vemos, de qualquer forma foi bom, então não foi?!? O tamanho M diz quase tudo. Bom ano Sweet. Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Há sempre uns dias em que gostamos mais do que vemos e outros em que gostamos menos. diria que os espelhos muitas vezes tb ajudam, mas os nossos olhos têm a capacidade de ver as mesmas coisas de formas diferentes, em momentos diferentes! :)

    ResponderEliminar