quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Para o novo ano...


Este novo ano espero que seja pelo menos tão bom como o que está a terminar.

Quero continuar a viver a minha vida de um modo saudável, ativo, poupado e recheado de muito amor.

Quero fazer mais amigos reais já que de virtuais sei que estou bem servida.

Quero estar rodeada de atitudes positivas e que me inspirem nas fases menos boas.

Quero ser feliz!!

Um Bom Ano para todos os que aqui passam.

domingo, 28 de dezembro de 2014

E olha...


E não é que até perdi 300gr?!?!

Certo que os doces de Natal por aqui são mesmo só rabanadas, aletria e pão de ló... não toco em vinho de nenhuma espécie... e na comida propriamente dita também não abusei... ontem com a princesa de molho com amigdalite (espero que não me calhe a mim também) comemos só canja ao almoço e ao jantar...

Mas fiquei espantada!

Agora tenho mais 2,5 dias para limpar mais um pouco, retomar algumas rotinas, tornar a encher-me de fruta e sopinha para a partir da tarde do dia 31 e no dia 1 tornar a permitir-me comer absolutamente tudo o que me apetece.

Boa semana!

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

E hoje...

... temos chá...



Também temos restos de pão-de-ló e de queijo da serra e de aletria... mas felizmente já estão a acabar!

A balança, essa só me vê na véspera de ano novo depois de passar estes dias a desintoxicar.

Depois de umas semaninhas a procrastinar, com o sofá constantemente a chamar por mim, hoje finalmente veio a vontade de arrumar tudo e mais alguma coisa. Os presentes que estavam nos sacos, a roupa pendurada atrás da porta, isto e aquilo que estava há dias por cima da estante ou da mesa de canto... está tudo no seu devido sítio, como eu gosto!

Estou finalmente a voltar a sentir a inércia a desaparecer e a energia a voltar. Próximo passo: voltar às caminhadas e à elítica.

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Melhor-Natal-de sempre...


Presentes repletos de significado... este foi especialmente escolhido pela princesa que lhe juntou outra declaração cheia de ternura. O maridão também me deu um postal com a verdadeira declaração de amor com direito a ser lida em voz alta e aplaudida por todos. Os presentes materiais, sempre apreciados, acabam por ficar para segundo plano. Senti-me verdadeiramente amada por estes dois seres maravilhosos.


Este ano o ambiente estava particularmente sereno e as pessoas alegres. Acho que nunca foi tão sereno. A lareira dava o toque final...


E os doces... Ai os doces!! Não me perco pelo bacalhau, nem pelo cabrito, nem pelo bolo rei, mas as rabanadas, a aletria e o leite creme não me saem do prato... Ainda bem que é só uma vez por ano...


Consegui surpreender mais uma vez a princesa (e como é difícil surpreender uma pré-adolescente!!) com uma manta personalizada com fotos de todos os idolos dela... Adorou e eu adorei fazê-la feliz...

E agora, arrumadas as travessas, uma dietinha até dia 31é perfeita para preparar terreno para mais outra dose de festividades.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Oh pá....


Nem tenho palavras para agradecer as palavras de carinho... aqueceram-me o coração... foi como se estivesse rodeada pelo vosso abraço... muito obrigada!

É tão bom saber que posso contar com o vosso carinho, pessoas que não conheço fisicamente, mas que sinto conhecer mais profundamente do que as pessoas da minha vida "real"...

Chorei.
Tomei uns cházinhos que me aqueciam as mãos e também a alma.
Pus o rádio nas alturas e vim a cantar aos berros, no carro, à noite, no regresso a casa (eu sou dessas malucas e, meu Deus, como isso me liberta!)

Hoje sinto-me melhor. Obrigada do fundo do coração!

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

O que na minha cabeça é o maior problema do mundo, escrito é só estúpido

Ando nervosa… não sei porquê, mas ando.
Reapareceu-me eczema nas mãos e pela primeira vez nos lábios e nas pálpebras. Há anos que eu não tinha caspa, agora tenho uma comichão incrível na cabeça que está cheia de casquinhas.
Fui ao dentista para uma consulta de rotina e saí de lá com 2 dentes restaurados e pontos na gengiva porque entre os 2 dentes tinha uma infeção enorme.
A minha tensão arterial que nunca foi baixa está ainda mais alta, apesar de eu ter começado a tomar medicação para controlá-la há uns 15 dias.
E por isto tudo ando nervosa, tensa, a tentar ouvir o meu corpo e a fazer filmes inconscientemente. E por estar nervosa pioro o eczema e faço subir a tensão.
“Ah e tal, faça umas caminhadas e beba uns chazinhos para descontrair, faz bem a tudo e relaxa…” Pois, mas não me apetece! O meu nível de energia está abaixo de zero e eu sinto-me num labirinto sem saída.
Precisava de explodir, chorar tudo o que tenho cá dentro, levantar a cabeça e seguir viagem!

domingo, 14 de dezembro de 2014

Amo-te


Pensei que aos 12 anos já não ias querer os meus miminhos... pensei que já ias estar somente no teu mundo... mas ainda gostas de te encostar a mim no sofá, deitada o meu peito, muito juntinhas, embrulhadas na manta... gostas de falar comigo e partilhar os teus gostos...

Eu com a tua idade já só pensava em rapazes e música e já tinha a mania que só eu é que sabia tudo... tu ainda tens um espaço reservado para mim e eu sorvo esses momentos só nossos...

E quando do nada me abraças e me dás um beijo sentido então aí eu sei que sou a pessoa mais feliz do mudo.

Amo-te muito filha!

sábado, 13 de dezembro de 2014

Surprise, surprise!!


Apesar do descontrolo, a balança foi amiguinha e tirou-me meio quilo... nem queria acreditar!!

E, sim, foi motivo para ganhar novo fôlego e voltar a querer encarrilar, pelo menos um bocadinho.

Bom fim de semana!

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Podia dar-me para pior...


Esta semana não houve exercício...
Esta semana não houve água...
Esta semana não houve controlo na alimentação...
Esta semana houve muita preguiça e pouca energia...
Logo agora que tinha conseguido baixar de um número onde já estava há muito, baldei-me... e o pior é que me sinto sem forças para mudar...
Amanhã vou ver o estrago...

domingo, 7 de dezembro de 2014

Ganhaste!!


Querido sofá:
Hoje ganhaste no braço de ferro com a minha força de vontade. A elítica ficou parada, o step também, mas aviso-te já que amanhã às 9:30 aqui a Sweet vai sair de casa com as sapatilhas calçadas para uma caminhada de 1h30.

E é isto!

sábado, 6 de dezembro de 2014

That's life...


Esta semana estive afastada daqui... andei muito ocupada a construir o meu muro de lamentações e a sentir pena de mim própria como se os meus problemas fossem os maiores do mundo inteiro. Talvez não sejam os maiores do mundo inteiro, mas são do meu mundo.

Mas agora que tudo acalmou, os pontos já estão todos nos iis, já me enchi de estar mergulhada em coitadismo e é altura de respirar fundo e voltar a ver o copo meio cheio.

Para desopilar, chegamos à Baixa do Porto ainda não era meio dia e voltamos ao carro às 4 da tarde (será que conta como exercício?). Foi um entra e sai de lojas, comer castanhas na rua, compras e mais compras e ficou tudo arrumado.

A Rua de Santa Catarina faz parte da minha juventude, estudei lá e tenho muito boas recordações desse tempo. Voltar lá dá-me sempre a sensação de voltar a um sítio onde fui muito feliz.

Bom fim de semana!!

sábado, 29 de novembro de 2014

Sonhei contigo C.


Sonhei que entraste em minha casa com um fato de treino azul, estavas gordinha, de aspeto saudável e disseste: "Vês, já estou bem, vou dar uma volta", deste-me um beijo e saíste... e acordei com uma sensação de paz inexplicável.

Foi o meu subconsciente a dizer-me que eu sei lá no fundo foi o melhor para ti... ou foste mesmo tu a dizer-mo...

O dia começou bem. O stress tem diminuído e com ele o peso. Agora é continuar porque a vida não para. Ontem eu e a princesa passamos 2 horas a correr lojas em busca de presentes de Natal para ela (idadezinha difícil esta!) e hoje foi dia de estudar fisico-quimica e mandar fazer calendários personalizados para mais uns presentes.

A vida continua e temos de aproveitar bem todos os minutos... como ainda agora mesmo em que fui interrompida por um abracinho mesmo bom!!!

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Estes dias têm sido complicados...


Na semana passada o meu sogro teve um enfarte. Foi uma semana stressante principalmente para o meu marido tanto a nível físico como mental e eu, claro, sempre na retaguarda como apoio, a fazer-me de forte.

Ontem, andei o dia e a noite inteiros com uma maquineta incomodativa que me media a tensão arterial de 20 em 20 minutos. À primeira vista, o diagnóstico será pré-hipertensão... não sei o que o médico me vai recomendar mais porque eu já me alimento saudavelmente e faço exercício no mínimo 5 vezes por semana... vou ter de esperar até dia 5 de dezembro para saber... O que mais me incomoda é ter mudado a minha vida toda para evitar sofrer de coisas causadas pela obesidade e mesmo assim não ser suficiente.

Hoje fomos ao funeral da minha amiga C. A doença maldita finalmente levou a melhor, mas não sem antes a fazer sofrer até ao fim. Foi duro. Ver o filho de 12 anos ficar sem mãe. Ver o marido tão novo ficar sem o seu amor. Ver a mãe enterrar a filha depois de a ter visto sofrer durante 6 longos anos.

Têm sido uns dias um pouco escuros, mas dizem que depois o sol brilhará... já cá faz falta...

domingo, 23 de novembro de 2014

Ai que ela anda tão prendada...

É nisto que dá andar a seguir blogs de crochet... eu gosto de fazer, mas nem sempre tenho ideias.

Desta vez saiu um cachecol quentinho e nas cores do outono. 


Olha eu aqui com ele... hoje foi dia de pijama... nem o tirei para a foto nem sequer para fazer a árvore de Natal :-)


Boa semana! 

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Retalhos

Então diz que a partir de janeiro os sacos plásticos vão passar a ser pagos. Se eu já não os pago agora a 0,02€, muito menos os vou pagar a 0,10€.

Como sou cliente assídua do Pingo Doce, há muito que me habituei a levar o meu saco alcofa quando vou às compras. Mas como só tenho sacos grandes, decidi pegar num retalho (que já foi a cobertura da sanefa da sala) e fiz o mais básico dos sacos, que nisto das costuras eu ainda sou muuuito verdinha.

Só coser a direito...

Ficou giro e resistente
Há tantos modelos na net que me apetece aventurar-me em mais alguns...

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Ideias brilhantes

Já tinha visto isto no blog da Adescávir há imenso tempo, mas só agora me deu para fazer. 


Aproveitei um bolso de umas calças de ganga, cortei com uma margem que dobrei para trás e fixei com cola de tecido, aproveitei um pedaço de costura para a alça e....................

Voilá!!!! Ideia de génio!!!

sábado, 15 de novembro de 2014

Seis semanas e meia...

... é quanto falta para terminar 2014... Jááá?!?!

Pois é! E até ao final do ano, vou seguir esta rotina:


Fiz este planeamento a encaixar na minha vida e não o contrário, só assim pode resultar.

Não descrimino a alimentação porque essa já está bem enraizada tanto o que comemos como o modo de cozinhar. Aqui já é só seguir o instinto.

No entanto há aqui uma pequena alteração. Segunda e Sexta feira vão ser dias de detox onde as refeições principais vão ser compostas por sopa, proteína e fruta. À segunda para desintoxicar um pouco do fim de semana em que normalmente relaxo um pouquinho. À sexta como uma espécie de "last chance" em que faço um pouquinho mais de sacrifício para ter a consciência bem tranquila na pesagem do dia seguinte.

Relativamente ao exercício, nos dias em que tenho mais tempo (fim de semana por razões óbvias, segunda porque o jantar é restinhos disto e daquilo e sexta porque me deito mais tarde e sem stress) dedico-me à elítica que puxa mais por mim. Nos outros dias faço algo mais levezinho enquanto vejo TV.

O objetivo: preciso de perder uns 5Kg para me sentir realmente bem. Neste momento sinto-me um pouco inchada e sei onde me sinto bem, já lá estive...

O obstáculo: o meu marido diz que são fases... eu não sei... já fiz tanto, já conheço tão bem o meu corpo e de uma maneira ou de outra ele tem correspondido ao que faço. Neste momento estou num plateau que já dura há imenso tempo... tenho medo que seja a idade já a minar o meu metabolismo...

Independentemente disso, continuo a querer sentir-me em paz com a minha consciência, portanto este é o plano ideal neste fim de ano em que há reuniões e jantares e almoços e ferreros rochers aos pontapés...


sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Do dia de ontem...


Foi um dia muito bem passado. Como sempre meti férias para poder passá-lo inteiramente ao meu gosto.

Fiz o bolo de manhã, almoçamos os três juntos e de tarde enquanto a princesa foi para as aulas e o marido trabalhar, fui fazer umas comprinhas para me mimar e aproveitei para arrumar já com alguns presentes de Natal.

Depois do jantar, a família juntou-se cá em casa para cantar os parabéns e comer uma fatia de bolo que, estava bastante bom, simples e bonito. Fiz o meu bolo de chocolate básico e recheei com um creme de leite condensado e coco que tirei da Pinta. Imprimi o 39, recortei, coloquei no bolo e só depois polvilhei com açúcar em pó.

Foi um dia muito bem passado!! Além de muitas mensagens, ainda recebi os 2 cd's do Miguel Araújo que adoro, o livro d'O homem que mordeu o cão, umas pantufas fofinhas, uma loção para o corpo com um cheiro maravilhoso a caramelo, um creme anti-rugas :) e, completamente inesperado, uma pulseira linda da Tous, além de dinheirinho, que vem sempre bem.

Na altura de apagar as velas e pedir o meu desejo, foi com uma felicidade imensa que pensei "não preciso de mais nada, tenho tudo o que preciso, só peço que a minha vida continue assim tal como está"

E é isto, este é oficialmente o meu último ano nos "intas", a partir de agora será só "entas" portanto, este é o ano para eu fazer algo mais por mim...


quinta-feira, 13 de novembro de 2014

sábado, 8 de novembro de 2014

Falta de tempo... de motivação... cansaço...


Na semana passada houve balda ao exercício. Olhando para o meu dia normal, teoricamente, consigo perfeitamente encaixar meia horinha de exercício na rotina.

De manhã gosto de me levantar cedo e de fazer tudo nas calmas enquanto a casa ainda dorme... podia aproveitar meia horinha aqui... se o meu nível de energia não estivesse ainda tão baixo...

A 1h30m de pausa que tenho para o almoço podia perfeitamente ser aproveitada para fazer uma caminhada vigorosa, pelo menos... se a zona onde eu trabalho fosse agradável / se não estivesse calor / frio / vento... whatever... há sempre desculpa...

À noite há dias em que o jantar já está encaminhado e eu podia aproveitar que o marido vai buscar a filha para meter aqui a meia horinha para mim. Nos outros dias, depois de arrumar a cozinha e de estar um pouco no sofá, podia aproveitar que está a dar qualquer coisa que me interesse na TV para me ir agarrar meia horinha à elítica... mas muitas vezes estou cansada e só me quero esticar no sofá...

Então, se eu até tenho bastantes alternativas, porque é que me saboto? Será que a tal meia hora por dia de exercício faz a diferença? Será suficiente?

Será que devia ir para um ginásio? Será que conseguia fazer isto à hora do almoço? Ou será que ainda me ia stressar mais?

Parece fácil, não é? Mas não, não é! Sei lá bem o que fazer... como hei-de melhorar...

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Isto é bom... # 1


Novo sabor de Mentos: Caramelo por fora e recheio líquido de chocolate por dentro.......... uma perdição para combater aquele desconsolo a seguir ao almoço...

A culpa... somente 18 calorias (cada um, claro)!! Vale a pena!

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Bidé or not Bidé...

Not bidé!

Cá em casa servia única e exclusivamente para pousar a roupa, enquanto íamos para o banho. Vai daí tiramos o bidé e substituímos por este móvel idealizado por mim e construído à medida.

Há muito tempo que tinha esta ideia, mas não tinha bem a certeza de como o queria, até que vi aquele cesto lindo de morrer!! O móvel foi idealizado à volta do cesto :)


Aproveitei que estava a organizar o espaço novo para dar um miminho aos frascos do algodão e dos cotonetes que foram inicialmente comprados para o café e para o chocolate em pó :)

Eu bem me farto de babar pelas coisas vintage que vejo noutros blogs, mas no fim acabo sempre por ir para as coisas fofinhas, que são mais a minha cara...


Para pousar os meus perfumes resgatei um espelho que tenho desde bebé. Foi uma amiga da minha mãe que o pintou e sempre esteve no meu quarto de solteira. Quando casei veio comigo e tem estado no quarto da princesa. Agora veio abrilhantar a casa de banho. Adoro-o!


E também gostei bastante do resultado. Arrumação nunca é demais!

sábado, 1 de novembro de 2014

What?!?!


Menos 1,3Kg desde a semana passada?!?!

Só por ter guardado a bichinha e não me ter pesado uma única vez durante a semana?!?!

Isso do stress estava mesmo a afetar-me?!?!

Ou se calhar ela é que estava cansada de eu me estar sempre a por em cima dela :D

Andar na corda sem a rede de segurança por baixo resultou. Fiz tudo direitinho (água, exercício, alimentação...), mais relaxada e pensando bem, raramente comi docinhos (a minha perdição).

Fiquei tão feliz que nem queria acreditar!! Sim, eu consigo novamente!

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Halloween touch #2 ou como a mãe é uma idiota...

A princesa quer muito ir a uma festa de Halloween que o ATL onde ela anda vai organizar. Vai ser a primeira teen party dela (medo)...

Ora um dos requisitos é ir minimamente mascarada, mas ela não estava muito para aí virada.

Depois de ter recusado uma peruca ou um chapéu de bruxa ou uns dentes de vampiro, tivemos uma ideia... ela sugeriu ir toda de preto... eu sugeri aplicar um fantasma na camisola. Foi só cortar um fantasminha de um lençol velho e cose-lo na frente.

Ficou assim:
Tão simples, mas tão gira!

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Tudo ao molho e fé em Deus


Uma pessoa vai a uma loja, compra umas calças e lá vem um saquinho de papel... compra uma camisola e mais um saquinho... faz anos e recebe presentes em sacos fofinhos... no Natal idem...
Ao fim de uns anos, é o monte que se vê! 

Lamento, mas se estiver em bom estado, não consigo deitar fora. A minha veia sovina é muito forte!

Fartinha deste canto, decidi selecionar os bons dos assim-assim, arranjei duas caixas, dobrei os sacos, imprimi umas etiquetas fofinhas e voilá... 


Tudo arrumadinho, organizadinho por tamanhos e bastante visível quando tiver de escolher um saco.

Parece uma estupidez, mas ao destralhar e ao organizar a casa parece que me vai saindo aos poucos um peso dos ombros, parece que a minha mente também fica mais limpa e organizada!

Gosto desta sensação!

domingo, 26 de outubro de 2014

Guardei-a!!


Guardei a balança e já não a vejo desde sexta-feira... Sinto que estou a andar na corda, mas sem a rede de segurança por baixo... e sinto-me bem, com mais liberdade!

Sei que o fim de semana não foi nada perfeito em termos de alimentação, mas já tenho tudo planeado para a semana ser imaculada.

Só no sábado é que vou saber em que se traduziu a primeira semana de liberdade. Espero não ter saudades dela... ela estava a oprimir-me e a fazer-me focar no ponto errado.

Boa semana!

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Apetece-me...

... relaxar... libertar-me...



Depois deste desvario, que ainda não compreendi nem recuperei, apercebi-me que o meu objetivo está a ser cumprido.

Neste momento da minha vida, o objetivo não é baixar de peso.O meu objetivo é ter um estilo de vida saudável.

Guess what: eu tenho um estilo de vida saudável!
Eu faço 5 refeições ao dia, saudáveis, sem esquecer um mimimho aqui e ali.
Eu bebo 2 litros de água todos os dias.
Eu faço 30 minutos de exercício diário.
Eu sinto-me feliz comigo própria e de consciência tranquila.

Mas ainda assim continuo focada demais no número da balança... e é nisso que eu quero relaxar.

Sim, num mundo perfeito a balança acompanharia o meu bom momento, mas nunca ninguém disse que o mundo era perfeito portanto só tenho uma outra solução: relaxar... e isso é difícil...

Há muitos anos atrás eu fugia a sete pés da balança. Estupidamente, achava que o que eu não sabia não me podia magoar, recusava-me a saber o que todos os outros viam e o resultado foi ter atingido um peso absurdo. É disso que eu tenho medo. De lhe virar as costas e só voltar a ligar-lhe quando for tarde demais.

Mas lá no fundo, esta nova Sweet sabe que isso nunca mais vai acontecer e por isso, apetece-me relaxar. Relaxar e libertar a mente da ditadura da balança.

domingo, 19 de outubro de 2014

Halloween touch #1


Não que seja uma festa que eu adore particularmente, mas os enfeites encantam-me. E já que fiz a minha árvore de ramos naturais, decidi fazer uns fantasmas fofinhos e uns morcegos pouco assustadores.

Usei um lençol velho, umas bolinhas para acabeça,  cola, linha e
uma caneta para desenhar os olhos e a boca
Foi só cortar um circulo do lençol com as bordas onduladas, passar o fio no meio para criar a argolinha para pendurar e colar a bolinha por dentro. Acho que ficou fofinho...

Recortei umas silhuetas de morcegos, colei uma molinha
pequenina por trás e voilá
E assim se vive cá por casa! Não tarda fazemos a nossa lanterna de abóbora. Adoramos!!!

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

E...

... entretanto tudo passou e já voltei à luta que será minha para a vida.

Obrigada pelo colinho virtual e também real... aquece a alma!

Bom fim de semana... sem stress!


terça-feira, 14 de outubro de 2014

E depois há aqueles dias...


... em que tudo parece errado.
... em que afinal não me basta ter a consciência tranquila.
... em que eu sinto que os meus esforços são para o teto.
... em que me sinto pesada e inchada e desiludida.
... em que eu vejo o estupor do número da balança a subir e apesar de tentar com todas as minhas forças que isso não me afete, não o consigo evitar.
... em que eu acho que não mereço isso e já não sei mais o que fazer.

E é isto...

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Das corrinhadas #1


Confesso que este fim de semana estava desejosa para voltar a corrinhar. E tanto no sábado como no domingo corri mais e caminhei menos do que na semana passada.

Foi uma pequena conquista minha e fiquei imensamente orgulhosa por ter conseguido dar mais uns passinhos em frente.

Para mim, o esforço da corrida é tanto físico como mental e é precisamente a parte mental que temos de controlar primeiro para progredirmos na física.

Missão cumprida!!

sábado, 11 de outubro de 2014

Ups and Downs


Faz hoje 11 anos que decidi começar a tirar de mim os 98Kg que me oprimiam e não refletiam a pessoa que eu sou.

Hoje sei que foi o dia em que decidi salvar a minha vida. Foi o dia em que decidi que o maior legado que poderia deixar à minha filha era uma mão cheia de bons hábitos.

E mesmo com todos os altos e baixos, vale a pena.

Os bons momentos, o orgulhos das conquistas, ainda que pequenas, superam de longe os maus momentos, as frustrações.

Só preciso de não me esquecer disto...

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Este fim de semana...


Só eu e a calçada... no sábado e no domingo!

Se gostei? Sim - da sensação que ficou no fim. Não - no durante.

Correr dá cabo de mim! Não tenho resistência respiratória absolutamente nenhuma! Mas é capaz de ser daquelas coisas que com a prática vai melhorando... e quem sabe, talvez um dia eu consiga correr 10 minutos seguidos em vez de correr 2 e ficar à beira de um ataque cardíaco :)

Nos entretantos, a caminhada continua a ajudar-me a recuperar o fôlego...

O meu objetivo com isto é simplesmente ganhar o gosto pela corrida e quem sabe um dia conseguir usufruir totalmente da sensação de liberdade e do efeito anti-stress que ela provoca.

Se já comecei a gostar? Ainda não. Para já só me consegui concentrar no "está quase a acabar... só mais um esforço...", mas aos poucos quero começar a superar-me e a ir dois passinhos mais além... Esse é capaz de ser o objetivo supremo: superar-me a mim própria e mostrar-me que eu consigo ser melhor.

O primeiro passo (levantar o rabo do sofá e sair decidida) está dado...

sábado, 4 de outubro de 2014

És uma ganda estúpida!!!!!


A sério?! Quase 1kg a mais esta semana?! Não entendo...

E toda a água que eu bebi?! Não quero crer que seja retenção de líquidos...

E o exercício que eu fiz todos os dias?! Tá bem que não é nenhuma maratona, mas 30 minutinhos todos os dias era para ajudar... ou não?! Não me parece que seja massa muscular a mais e massa gorda a menos...

E os legumes todos que eu comi acompanhados só de proteinas e poucos hidratos de carbono?!

Não quero crer que seja de andar a comer iogurtes caseiros feitos com açúcar verdadeiro em vez de iogurtes magros cheios de coisas artificiais cujos nomes nem sei pronunciar...

A sério?! Para que é que eu quero a tua validação, afinal?!

Estou furiosa contigo, balança da m€rd@, mas em paz comigo...