segunda-feira, 28 de março de 2016

Hoje falamos de mamas!


Sempre foi uma característica que gostei em mim, principalmente do tamanho, do formato... É o símbolo máximo de feminilidade!

No entanto, a lei da gravidade não perdoa, principalmente quando vem de mão dada com 25Kg a menos, 1 ano de amamentação e claro 40 anos de idade. Com um bom soutien ainda as consigo deixar apresentáveis debaixo da roupa, sem ela... nem por isso...

Surgiu então uma oportunidade de começar a pensar numa mastopexia, só para as colocar no sítio onde nasceram, não para alterar o tamanho, nem a forma :)

Mas antes de começar a pensar em ir com isto para a frente, há tantas dúvidas que me assombram...
- E se me arrependo?
- E se não gostar do resultado?
- E se perder a sensibilidade?
- E se daqui por 10, 20 anos estiver pior do que está agora?
- E se a cirurgia corre mal? É somente uma questão estética, não propriamente um problema de saúde...
- E se uso o seguro de saúde para isto e depois preciso dele para outra coisa mais grave?

Por outro lado...
- Já passei por tanto, mereço um "mimo" que sei que me vai fazer sentir melhor com o meu corpo.
- Se sempre gostei desta minha característica, porque não melhorá-la?
- Se aos 40 já estão tão fora do sítio, nem quero pensar como estarão daqui a 10 anos...

Sei que quando começar a pensar a sério nisto, não vou descansar enquanto não a fizer, falta-me o kick inicial (ou não)...

Opiniões desse lado?

quinta-feira, 24 de março de 2016

Aahhh!!! Mini-férias...


Este já é o meu segundo dia das mini-férias e só torno a enfiar-me no escritório na 3ª feira.

Com o maridão a trabalhar, tenho sido só eu e a princesa e tenho aproveitado para fazer um monte de coisas cá por casa daquelas que ando sempre a adiar, algumas arrumações, remodelações (adolescentes pff...), comprinhas, cabeleireiro, filmes...

Amanhã já vamos sair de casa e vamos passar o fim de semana prolongado fora. Muito sinceramente, férias mesmo na verdadeira conceção da palavra tem mesmo de ser fora de casa, hoje estou estourada!

Boa Páscoa, meninas! Divirtam-se!


domingo, 20 de março de 2016

Gosto tanto disto...



Gosto dos dias mais amenos, de sentir o sol a aquecer-me por dentro e por fora...

Gosto dos dias maiores, de chegar a casa ainda de dia, de arrumar a cozinha ainda com o lusco-fusco lá fora a convidar a uma caminhada antes de sofazar...

Gosto do chilrear do meu Xavier que da sua gaiola desafia os vadios lá de fora a superarem o seu maravilhoso canto que acorda toda a casa mal vê os primeiros raios de sol pelas frinchas da persiana...

Gosto de sentir a brisa ainda gélida que vem do mar misturada com os raios mornos do sol ainda pálido e mais ainda do cheiro da maresia...

Gosto de passear pela areia ainda maltratada pelas agruras do inverno e de imaginar quantas milhas fez aquela garrafa plástica já tão baça e comida pelo salitre e estes troncos tão desgastados pelas ondas... hoje trouxe um tão bonito para casa, tão fustigado pela água que perdeu toda a cor, parece tão sofrido...

Gosto do boost de energia e motivação que a primavera me traz... faz-me sentir em paz, faz-me querer sorrir mais, faz-me querer amar-me e cuidar-me mais... faz-me querer ser mais feliz!!

domingo, 13 de março de 2016

Da arte de procrastinar e de manter o foco...


Cheguei à conclusão que esta luta é feita de alturas.

Há alturas em que me sinto melhor com tudo controlado... Há alturas em que me sinto sufocada e tenho de me libertar da ditadura do controlo... Há alturas em que me sinto bem a fazer caminhadas, elítica e pseudo-ioga... Há alturas em que quero somente estar enroscada no sofá com uma taça de cereais...Há alturas em que manter tudo registado me ajuda a manter o foco... e há alturas em que simplesmente me irrita e sufoca...

É, a vida é feita de alturas...

E a verdadeira inteligência consiste em reconhecer em que altura estamos, perceber se essa altura nos está a afastar ou aproximar do nosso objetivo e, se for o caso, passar para uma nova altura... por muito que nos custe!

Portanto, passado duas semanas em que me libertei da ditadura do controlo e simplesmente sofazei como se não houvesse amanhã e me entupi de chocolatinhos, começa novamente a altura de estabelecer objetivos e de os manter todos registados.

Porque eu sou uma pessoa organizada, porque eu quero manter o foco, porque não gosto de me sentir à deriva e porque é tempo de iniciar uma nova altura.

Apetece-me recomeçar as caminhadas, apetece-me recomeçar a beber água que se veja, apetece-me deixar de comer doces indiscriminadamente.

Assim, para a semana que entra quero:
- Fazer 3 caminhadas
- Beber 1,5l de água por dia
- Manter os docinhos longe de mim

É pouco, mas bem mais do que o que se tem passado ultimamente na minha vida. Baby steps!!

terça-feira, 1 de março de 2016

Na loucura...

... abri os cordões à bolsa e presenteei-me com umas roupinhas novas.

Em jeito de celebração.

Porque adoro sentir que fiz as pazes comigo... a sensação de paz interior é imensa!

E porque março cheira a Primavera, cheira a cores pastel, rosa, azul claro, verde-água, coral. Cheira literalmente a flores, a sol morno que nos aquece tanto o corpo como a alma. E cheira principalmente a dias maiores em que consigo chegar a casa ainda de dia.


Casaco da Springfield.
Sabes quando vês uma coisa na montra e TENS de a trazer?...
Foi mais ou menos isso...

Da Tiffosi. Desde que experimentei não quero outra
coisa. Valem todos os cêntimos que pago por elas.

Trouxe logo duas, porque as que tenho já têm
buracos e não é dos fashion...

Só porque eu mereço!