domingo, 29 de dezembro de 2013

Adeus 2013...


Apesar das notícias que vemos diariamente, não me posso queixar deste ano que termina agora.

Felizmente a crise não nos bateu à porta, sempre fui bastante forreta poupada e com o medo que nos metem tenho tendência a conter-me um pouco mais.

Foi o ano das melhores férias de sempre!
Foi o ano do melhor Natal de sempre!
Foi o ano em que finalmente me aceitei como sou. Hoje gosto de mim e sei dar-me valor!
Foi um ano bastante bom para a micro-empresa do meu marido e também para a empresa onde eu trabalho!

A minha princesa está prestes a entrar na pré-adolescência e uma das coisas que peço para mim é discernimento para saber lidar com esta fase que tanto me assusta. Não quero perder a relação perfeita que temos agora...

Em 2014 quero voltar novamente à casa dos 60, sem stresses, quando acontecer, acontece... Neste momento sinto que estou a maltratar um pouco o meu corpo, está um pouco intoxicado e quero tratar bem dele.

2013 não foi um ano para esquecer, foi um ano bastante positivo e só espero que 2014 seja ainda melhor.

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Até nunca!!


Cada vez tenho mais a certeza que sou uma nova Helena com uma nova mentalidade e cada vez a gorda que existia dentro de mim está mais pequena quase inexistente. E isso deixa-me imensamente feliz!

Em Agosto, mês de férias
Há 10 aos atrás: "Ahhh, férias!! Vou comer tudo o que me apetecer, batatas fritas, gelados e coca-colas todos os dias... afinal estou de férias, é disto que se trata!"
Hoje: "Ahhh férias!! Água fresca, caminhadas à beira-mar em família, um geladinho de vez em quando, saladinhas e frutinhas... afinal estou de férias do trabalho, mas não da minha saúde!"

Em Setembro, mês oficial de reinicio
Há 10 anos atrás: "Bem, não vale a pena começar agora uma dieta. Afinal este mês tenho 3 aniversários, em outubro e novembro mais 4 (incluindo o meu) e depois em dezembro é Natal... passa pra cá as bolachas, recomeço pró ano..."
Hoje: "O recomeço é imediato. Apesar dos abusos não serem muitos nas férias, sinto fisicamente necessidade de limpar o organismo quando regressamos a casa. Sim, continuam a ser 7 aniversários até ao Natal, mas significa somente 7 dias de festa e não 4 meses de descontrolo..."

No Natal
Há 10 anos atrás: "Ora bem, vamos passar a véspera e o dia aos pais, mas temos de ter doces em casa. Vamos fazer rabanadas, aletria e leite creme para termos em casa e que chegue até ao Ano Novo, também vou comprar frutos secos e vou trazer um bocado de bolo rei..."
Hoje: "As rabanadas e a aletria são da minha responsabilidade. Vou ficar com meia dúzia de rabanadas e um pratinho pequeno de aletria em casa. Dia 24 e 25 não me privo do que me apetece, mas depois até ao Ano Novo fazemos uma desintoxicação que o corpo pede..."

No exercício  
Há 10 anos atrás: "Cruzes, o que é isso?! Nem pensem que vou sair do meu sofá para me cansar e suar... Era só o que me faltava!"
Hoje: "Então, meus amores, vamos fazer uma caminhada à beira-mar? Andar de bicicleta ou vamos ao parque? Fazemos uma caminhada para desmoer?..."

Não foi à toa que consegui chegar aos 98... tenho vergonha dessa altura...

Mas o que me deixa mesmo feliz é que os hábitos do Hoje já estão tão enraizados que não custam nada, fazem parte de nós e consegui o que mais queria: ser um bom exemplo para a minha princesa!!

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Franco assado com molho de laranja...

Hummm, o que hei-de fazer para o almoço de domingo? Tenho coxas de frango... um resto de castanhas congeladas... laranjas no frigorífico...

Um dia eu juro que me vou aplicar nas fotos! Afinal os olhos também comem, mas eu sou um bocado naba com isto... Só vos posso garantir que estava mesmo muito bom e é uma receita que não leva gordura nenhuma.

Coxas de frango no forno com laranja

- 3 coxas de frango completas sem pele nem gorduras visíveis
- cerca de 20 castanhas congeladas
- 100gr de bacon cortado em tiras finas
- sumo de 2 laranjas
- 1 fio de mel
- 1 colher de chá de farinha
- sumo de limão, alho e sal

Deixar o frango a marinar durante 30m com o sal, o alho e o limão e ao fim desse tempo colocar num pirex com o bacon por cima. Juntar o sumo da laranja e o mel à marinada, mexer bem e deitar sobre o frango. Polvilhar com a farinha e virar o frango (a farinha vai engrossar o molho). Levar ao forno quente durante 30m. Acrescentar as castanhas e levar novamente ao forno até a carne ficar tostadinha. Servir com arroz branco e legumes salteados.

Antigamente do que eu mais gostava no frango assado era da pele estaladiça. Hoje em dia já ninguém sente a falta dessa gordura extra. Basta deixar tostar a carne e fica tão bom como antes, sem consciência pesada

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

De cara lavada!

O móvel do lavatório da casa de banho estava a apodrecer por baixo. Afinal são 14 anos de banhos, vapores e humidade, o bichinho até se portou bem. 

Resolvemos substituí-lo por um novo, mais moderno, mas com bastante arrumação à mesma. Depois de muito procurar (mesmo muito) decidi-me pelo primeiro que me chamou a atenção (para não variar). Mas dei o meu toque pessoal, querem ver?

O antigo - tinha mesmo bastante arrumação ao contrário
da maior parte dos móveis modernos normalmente
suspensos e todos pipis
  
O lixo de 14 anos :)

O novo antes do twist

Arrumação à farta - cabe lá tudo!

No cestinho da esquerda as minhas tralhas
No cestinho da direita as tralhas do maridão
No espaço de baixo tralhas de depilação na
malinha branca e tralhas intimas à frente

A falta de gavetas resolveu-se com estes organi-
zadores de gavetas colados com fita dupla.
Muito prático!

Para lhe dar uma gracinha aplicamos uns puxadores que condizem
com o espelho
Adorei o resultado! 

Aproveitei e deitei fora metade da tralha que eu nem sonhava que estava dentro do móvel antigo. Eu consigo ser muito farrapeira! 

Agora só falta magicar um porta revistas para aplicar na lateral do móvel. E acabar o meu tapete branco de trapilho . Não falta muito, mas estou fartinha dele!



quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

É fácil, é barato e delicioso!

Foi o nosso jantar de domingo a acompanhar uma bela sopinha. É super simples de fazer, barato e uma ótima opção para festas ou lanches.

Empadona
(neste caso foi de salsicha, ovo cozido e alheira, mas pode ser de absolutamente tudo o que se queira)
- 2 embalagens de massa folhada
- 7 salsichas trituradas
- 3 ovos cozidos
- 1 alheira sem pele
- 1 ovo batido

Cobrir uma das placas de massa folhada com o recheio todo 
misturado

Cobrir com a outra placa de massa folhada, passar a faca 
a fazer feitios e pincelar com o ovo batido

Levar ao forno quente durante cerca de 30 minutos

Cortar em pedaços e deliciar-se!

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Presente personalizado...



Fiz esta coruja em ponto de cruz e apliquei-a numa caixinha pintada pela Pipoquinha e cheia de chocolates para oferecer à minha sogra. Fica muito mais interessante e fofinho do que oferecer só os chocolates, certo?

sábado, 7 de dezembro de 2013

Foi tão lindo!!



Para celebrar o fim das tardes de estudo, eu e a Pipoquinha fomos ao cinema ver o "Frozen".

Este é um dos programas que eu mais gosto de fazer com ela, um momento só nosso que me enche de felicidade. Ainda mais se o filme for tão giro como este. Vale mesmo a pena ir ver!


sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Está quase, quase...


A maior parte dos presentes já mora debaixo do pinheiro. Afinal, pinheirinho que se preze tem os embrulhinhos debaixo dele a darem-lhe aquele brilhozinho especial.

Falta somente uns 2 ou 3 personalizados que estou à espera da Fotosport e mais 2 que estou a acabar de fazer. Depois mostro, vai ficar um miminho!!


terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Já a pensar no dolce fare niente!


Este ano mal viemos de férias tomamos uma decisão: todas as semanas pomos de lado 5€ cada um e a Pipoquinha fica encarregue de guardar o dinheiro e controlar que não nos esquecemos.

Resultado, quando chegarem as próximas férias vamos ter nesta caixinha a módica quantia de 500€ que não nos custou nada a juntar, mas que vai dar um jeitaço para as nossas merecidas férias... 

Ainda falta muito para agosto? :) 

domingo, 1 de dezembro de 2013

Pela primeira vez em muito tempo, sinto-me livre!!


Foram muitos os anos que eu passei afastada da balança com medo do número que ela me poderia mostrar. Então tomei a sensata decisão de me manter na ignorância...

Quando dei por ela, pesava 98Kg!!!

Depois veio a fase de ficar completamente obcecada por a balança. Ela era a minha melhor amiga, deu-me as maiores alegrias, mas também sabia ser uma completa bitch e conseguia deixar-me de rastos... era uma verdadeira relação de amor-ódio!

Até que cheguei ao dia de hoje... Estou completamente em paz com o que ela tem para me dizer!

Se gostava de perder mais uns 3Kg? Claro que sim!
Se consigo sentir-me bem comigo própria mesmo assim? Sem dúvida!
Se foi fácil chegar a este patamar psicologicamente? Nem pensar, foi um processo longo e aprendi mesmo muito sobre mim!
Se gosto de chegar a sábado sem me preocupar com o que a balança vai dizer? Com a consciência tranquila e sem sentimentos de culpa de que podia ter feito mais exercício ou que não devia ter comido aquele chocolatinho? Este sentimento não tem preço!