quinta-feira, 23 de março de 2017

Uma pessoa desabitua-se...

Na semana passada o meu marido levou para casa um queque do café. Não me apeteceu e congelei-o.

À exceção de uma natinha para mim ou de um palmier do Lidl para a Bia de vez em quando, muito raramente entram bolos de confeitaria cá em casa.

Mas o queque estava ali e hoje levei-o para o lanche para acompanhar duas chávenas de chá de frutos do bosque.

Mal peguei no guardanapo onde ele estava embrulhado torci logo o nariz: estava impregnado de gordura, fiquei com as mãos todas nojentas! O sabor, gordurento, enjoativo... não me apanham noutra!

E pensar que este tipo de alimentos eram usuais cá em casa antigamente!

Faço bastantes vezes queques, mas em vez de óleo uso courgete (juro que não se nota) ou leite ou iogurte e a diferença é brutal!

Depois de voltar ao comprado é que realmente dou valor ao feito em casa. Este fim de semana vai sair uma fornada enorme de muffins de chocolate e courgete. Quanto aos comprados, esquece!!

3 comentários:

  1. Agora fiquei mesmo muito curiosa. Tens de me dar a receita. Adoro fazer coisas com courgete!

    ResponderEliminar
  2. Confesso que às vezes lá como bolos de pastelaria (até porque os dotes culinários por aqui são fracos).
    Mas fiquei curiosa com esses mufins com courgete. Deixa aqui a receita! :)

    ResponderEliminar
  3. É lá... muffins de courgete e chocolate??? hum... gostei da ideia!

    Nós lá em casa não comemos pastelaria há anos... já nem os bolos de aniversário vão. Fazemos bolos cada vez mais pequenos,para cantarmos os parabéns.
    De doce, o que mais se gasta em casa é chocolate. Preto para mim e para o maridão. Para os filhotes ainda dos de leite, se bem que o maiorizito já vai preferindo do preto também.

    Num workshop que fiz no outro dia, diziam que o nosso organismo vai-se habituando, e que com a continuação, a dada altura, até o chocolate preto podemos chegar a achar doce de mais... até me fez sentido! :)

    ResponderEliminar