sábado, 23 de abril de 2016

Dos pequenos enormes prazeres da vida


Já me tinha esquecido do prazer enorme que é vestir a minha camisola da Minnie, as minhas calças de treino confortáveis, calçar as minhas sketchers fofinhas e sair porta fora numa manhã cedo de sábado com o sol ainda a espreitar envergonhado por entre as núvens...

Na varanda do 1o andar a vizinha tem todos os tapetes a arejar e começa a sua azáfama de sábado...

As persianas da minha casa permanecem fechadas, lá em casa a azáfama é bem diferente. Os dois ainda dormem, só eu saí para a rua ainda meia adormecida, mas já com os 5 Seconds of Summer a encher-me um dos ouvidos.

"Ah! Já me tinha esquecido de como adoro isto... " Não resisto e encho os dois ouvidos com os acordes da minha música preferida!

O ritmo da caminhada é ditado pela música...

Passos rápidos, ritmados e enérgicos quando a Permanent Vacation aparece no shuffle... pensamentos felizes, apetece-me saltitar, quase correr...

Passos mais lentos, pensamentos mais melancólicos quando os acordes da Amnesia se fazem ouvir... ainda assim, o prazer é o mesmo.

Parece patetice. Por vezes sinto-me uma adolescente de 16 anos a buscar prazer, companhia e o significado da vida na música... afinal aos 40 eu devia ser uma adulta mais adulta, mas no fundo continuo a sentir-me uma menina e sinto-me bem com isso.

Amanhã volto a sair de casa com as minhas calças confortáveis, as minhas sapatilhas fofinhas, a minha musica aconchegante... só eu e os meus pensamentos delirantes!

4 comentários:

  1. As caminhadas e a música tb me fazem tão bem! Aos 40 anos o que acontece é que tiramos partido das coisas simples da vida, como a música. Isso é maturidade! Beijinho e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  2. Ontem tb fui caminhar... já não ia há meses e meses. Não tive música mas a companhia de uma amiga! E que bem que soube!

    ResponderEliminar
  3. Ontem tb fui caminhar... já não ia há meses e meses. Não tive música mas a companhia de uma amiga! E que bem que soube!

    ResponderEliminar