terça-feira, 3 de março de 2015

From inside out # 1



Porquê

  • Porque sou pré-hipertensa e consigo controlar a tensão arterial através de simples caminhadas
  • Porque sinto o meu corpo perro e sem agilidade
  • Porque gosto de poder correr 2 minutos sem ficar a arfar como um cachorrinho

Onde?

  • Basicamente em qualquer sítio!
  • No meu quarto, na minha elítica
  • Na sala com recurso a vídeos do Youtube
  • Na rua, no parque, na praia, no estacionamento do supermercado...
  • No ginásio, mas não para mim, não sou grande fã

Quando?

  • De manhã, à tarde, à noite... é conveniente encaixar o exercício na nossa vida e não mudar a vida em torno do exercício, não resulta! Vai acabar por ser uma obrigação e acabamos por desistir.
  • Por norma prefiro fazer de manhã ou à hora do almoço. Se deixo para o fim do dia, é certo e sabido que ou vou estar cansada, ou vou ter outra coisa qualquer para fazer ou o sofá vai gritar pelo meu nome em plenos pulmões!

O que me impede?

  • A grande maioria das vezes é a preguiça!! Sim, é fácil o diabinho que habita em nós arranjar desculpas, mas vá lá, o que é que custa gastar nem que seja 15 minutos do nosso tempo antes do banho para fazer um bocadinho de elítica? O que custa gastar 30 minutos da hora de almoço numa caminhada nem que seja à volta do estacionamento do Jumbo?
  • A falta de organização também é um entrave. Se quero gastar 15 minutos de manhã a fazer um vídeo do Youtube ou um bocadinho de elítica, obviamente tenho de pôr o despertador a tocar 20 minutos mais cedo. Se quero fazer uma caminhada vigorosa à hora do almoço, convém levar umas sapatilhas na mala do carro, não vou caminhar com uns sapatos que me vão fazer bolhas nos pés (já aconteceu)
É fácil de cumprir?
  • Sim, é! Desde que mantenha o foco!
  • Não posso pensar em planificar na minha cabeça o meu mês ou a minha semana, senão vou acabar por adiar. Tenho de pensar "Só por hoje, vou fazer isto!"... e amanhã igual...

3 comentários:

  1. Ontem pensei exactamente o que escreveste aqui... O problema é que as forças - física e mental - estão pelas ruas da amargura. Queria tanto voltar a pensar do pensamento à prática!

    Bj!!

    ResponderEliminar
  2. A preguiça me impede muito, mas estou tentando fazer as tarefas rotineiras sempre à pé e nunca pego elevador, só na escada.
    Já sinto a diferença =)
    Beijoo

    ResponderEliminar
  3. Tens toda a razão... já fiz caminhadas mas parei agora quase não ando a não ser o necessário para ir trabalhar.

    ResponderEliminar