domingo, 26 de novembro de 2017

Já há muito tempo que não me sentia assim


Enche, enche, enche, até que transborda...

Foram abusos atrás de abusos, em piloto semi-automático, que é ainda pior... sei que estou a fazer mal, sei que tenho hipótese de dar um passo atrás e controlar-me, mas simplesmente não o faço.

Uma vez, duas, três, meia dúzia, até que sinto que bato no fundo e o que transborda é um grande sentimento de arrependimento, de consciência pesada.

Sou tão burra!!

O arrependimento e o sentimento de culpa ninguém mos tira, assim como as porcarias com que entupi o meu corpo.

A única coisa a fazer agora, depois de chorar um bom bocado, mergulhada em auto-comiseração, é levantar-me, sacudir a poeira e continuar em frente de cabeça erguida e a afastar os demónios.

3 comentários:

  1. Concentra-te no último parágrafo. Isso é que é verdadeiramente importante.

    ResponderEliminar
  2. Força! Pensamento de força é o essencial!
    https://jusajublog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Isso mesmo. Afastar os demónios! Não te massacres e enfrenta a luta de frente!

    ResponderEliminar