segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Dos exemplos


* Ontem depois do jantar *

Bia - Estou tão desconsolada... apetecia-me mesmo um crepe, mas sinto que ando a abusar um bocadinho ultimamente...

Eu - Mas comes o crepe e fazemos um acordo: do dia 1 de novembro até ao Natal, vamos ter cuidados redobrados com a alimentação, aceitas?

Bia - Está combinado!

Fico tão contente que ela tenha essa perceção, que nem imaginam! É que eu não tinha esse filtro nem quem me pusesse travão, por isso fico mesmo feliz por ela saber por ela quando deve parar.

Não tenho dúvidas que esse filtro que ela tem foi criado pelo que vê em casa. É certo que a miúda não é fã de legumes (há-de ser um dia), mas também não é fã de sumos nem de gomas ou bolos, nem de fritos, que muito raramente faço. 

Este mês quero também seguir o exemplo dela e ficar longe da balança. Vou pesar-me no dia 1 de novembro e só volto a pesar-me a 1 de dezembro. Quero tirar o foco do número, na esperança que ele comece finalmente a baixar

1 comentário:

  1. Quem sabe funciona melhor dessa forma?
    E como estão as duas juntas nesse compromisso, certamente chegarão a bom porto!

    ResponderEliminar