quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

O método dos envelopes


Eu não sou muito apologista do cartão multibanco. Antigamente pagava tudo com cartão e chegava ao fim do mês com menos dinheiro na conta. É um facto que se pagarmos com dinheiro vivo temos tendência a gastar menos, afinal custa mais sacar das notinhas do que de um pedaço de plástico.

Então, há alguns anos atrás adotei o método dos envelopes. Para as despesas fixas da casa como água, luz, gás, TV, pago tudo por débito direto. Para as restantes despesas levanto o montante correspondente no início do mês e guardo nos envelopes respetivos.

Durante o ano, também procuro mensalmente tirar uma pequena quantia para algumas despesas anuais chorudas tipo a contribuição autárquica; 20,00 por mês fazem menos mossa no orçamento do que 200,00 só no mês abril + 200,00 no mês de setembro.

Assim como o as férias. Se "pagarmos" os dois 10,00 por semana ao envelope das férias, quando lá chegarmos vamos ter mais de 500,00 para gastarmos no dolce fare niente... convenhamos, é dinheiro! E não custou nada a juntar.

Realmente estou a dar-me bastante bem com este método e como decidi criar categorias novas, queria fazer uns envelopes todos catitas.

Voilá!


Obrigada internet! Juntei o molde deste envelope com esta cercadura  e ficaram estes envelopes fofinhos como só eles!


Estou apaixonada por corujas!

3 comentários:

  1. Tão bonitinhos!!!! Até dá mais vontade de poupar!!!!!
    Eu também tenho esse método mas para as poupanças pessoais. Estilo envelope para um relógio, envelope para uma massagem, etc! E devo dizer que às vezes funciona e outras nem por isso!!!!
    Depende do rigor que me imponho!

    Beijinhos, sweet

    ResponderEliminar
  2. Ficaram muito bonitos...! Nunca experimentei esse método mas quem sabe algum melhor do que o que tenho agora tenho de experimentar!
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  3. de facto, com uns envelopes assim poupar sabe ainda melhor!

    ResponderEliminar