segunda-feira, 26 de março de 2018

A adolescente baixou em mim


E já não me largou mais.

A cinco dias do evento, já não consigo pensar em mais nada. Já não quero saber de dietas, de planos para os dias extra em Madrid, nada!

Já só penso em estar ali mergulhada naquela multidão a cantar em plenos pulmões as músicas do puto, a cair-me a ficha de que aquela pessoa é mesmo real e que eu vou ter o privilégio de o ver e de o ouvir.

Desabrochei tarde, fui ao meu primeiro concerto aos 33 anos, mas agora, enquanto puder, não perco um único que me faça sentir o êxtase e a adrenalina a subir como se fosse rebentar de alegria.

1 comentário:

  1. Já eu percebi, algures nos meus 30´s e tais, que concertos não é a minha cena... ´
    Espero que te divirtas muito!

    ResponderEliminar