segunda-feira, 6 de julho de 2015

É isto que me assusta...

... esticar a corda... desafiar a gula... fazer braço de ferro com a balança, ver que o número até nem aumenta e continuar a esticar a corda... a corda não, o elástico. E o que é que acontece quando do lado de lá soltam o elástico?... Levas com ele nos dedos e dói de carago!

É assim que me sinto. Andei umas semanas a brincar ao deixa-andar e comecei a perder o controlo da situação, sem me aperceber.

Sim, andava a sentir-me inchada e tal, mas não liguei muito, desleixei-me e o resultado estou a senti-lo agora com a força toda.

Assusta-me olhar-me no espelho do meu quarto e até não me achar mal de todo, mas no espelho da loja ver a minha imagem tão diferente da que vejo em casa! Assustam-me as partidas que a minha mente me sabe pregar.

Assusta-me poder andar a esticar a corda e só me aperceber disso quando já for tarde demais.

Assusta-me que a minha primeira reação seja descarregar a minha frustração nestas duas almas que me acompanham, mesmo antes de eu própria me aperceber a que se deve a frustração.

Assusta-me porque já vivi isto tudo um dia.

Não é à toa que eu não reconheço a gorda dos 98Kg que eu já fui... eu nunca a vi no espelho...

Não é à toa que eles se assustam com estas minhas paranóias... já sentiram de perto a minha obsessão... e eu já senti na pele o arrependimento de lhes ter causado tanto mau-estar...

Isto é difícil... manter o astral em cima, manter o foco, manter-me orgulhosa do caminho que percorri... é difícil... porque às vezes eu não consigo ver o copo meio cheio.

Às vezes não consigo orgulhar-me dos 30Kg que já consegui perder... às vezes só consigo lamentar os 7Kg que já voltei a ganhar...



Os números estão no seu separador próprio e só voltarão à página principal quando eu me voltar a orgulhar deles.

7 comentários:

  1. Como te entendo!
    Mas tu és uma guerreira e só estás a ganhar fôlego, para a tua última batalha contra o peso 😉

    ResponderEliminar
  2. Entendo bem a tua (minha) luta...
    Não perder o foco é difícil como o raio!
    Hoje, olhei-me numa montra e só pensei 'ca lontra, meu!"
    Mas é isso mesmo, respirar fundo e continuar.

    ResponderEliminar
  3. Agarra-te aos 30 :)
    Agarra sempre a parte positiva.
    Os espelhos, esses são todos iguais. os das montras e das lojas são mentirosos :)
    beijinho Sweet.... agarra-te aos 30 :)

    ResponderEliminar
  4. Querida Sweet, qué lá isso?!?!?!?!
    Não te sentires orgulhosa???? Mau maria!!!!!
    É que nem pensar!!!!

    E o maior orgulho é este teu post, em que te analisas sem disfarces, sem eu não me importo!!!!!
    Por eles e por ti!!!!!!

    Vamos lá!!!
    Tu sabes como se faz!!!!

    Ee mais do que isso.... Tu sabes que és capaz!!!!!!!!!

    Beijoões, Sweet

    ResponderEliminar
  5. É difícil, olhamos sempre para o que ainda falta não dando valor ao que já foi. Por isso estamos aqui nós, para te dizer que já atingiste muito e que não é o que ganhaste que vai assombrar o que perdeste. Beijinho grande

    ResponderEliminar
  6. Temos que saber abraçar o bom. Mas também temos que saber abraçar o mau.
    Sê grata pelas tuas conquistas (que 30 kg é muita fruta!), mas não te recrimines pelos 7. Já está, já está, agora é voltar ao trabalho :) e alegria!
    Tem orgulho em ti.
    Beijinhos e bom domingo :)

    ResponderEliminar