terça-feira, 21 de junho de 2016

Adulta de chocolate :)



Vi esta expressão no blog da Joana e fiquei completamente deliciada!

É precisamente como eu me vejo na minha vida: sou uma adulta de chocolate...

Não sou uma adulta à séria, sou uma menina crescida, com uma maturidade imatura...

Uma adulta de chocolate usa all stars e calças de ganga... usa porta moedas da Hello Kitty e mala à tiracolo da Sininho...

Uma adulta de chocolate consegue amar os que a rodeiam, mas já consegue amar-se e colocar-se a si própria em primeiro lugar...

Uma adulta de chocolate tem duas tatuagens e morre de vontade de fazer um pequenino piercing mas ainda lhe falta um bocadinho assim de coragem...

Uma adulta de chocolate faz as coisas que lhe dão prazer, sem culpas... para uma adulta de chocolate, a vida só faz sentido quando é vivida assim... feliz... sem olhar para trás... sem remorsos...

Uma adulta de chocolate rebola no chão a brincar com a filha , partilha os fones com ela, interessa-se à séria pelo seu mundinho de adolescente e tem conversas intermináveis sobre músicas, lockscreens e olhos lindos...

As filhas das adultas de chocolate pensam que todos os adultos são assim e ficam orgulhosas de serem, também elas por arrasto, filhas de chocolate. São felizes... tal como as mães adultas de chocolate...

Gosto de ser uma adulta de chocolate. Gosto de pensar que me consigo manter naquela redoma docinha e protegida pelas minhas pessoas como mimada que sou.

Ser uma adulta de chocolate não é para todos, é privilégio de quem cresce mais em idade do que em mentalidade. O meu corpo pode ter 40 anos, mas a minha mente continua a vaguear na casa dos vinte, mas com o twist da maturidade dos quarenta.

2 comentários:

  1. OK... nesse caso também sou uma adulta de chocolate! Não digas a ninguém, (mas quem me conhece, sabe!) que na minha cabeça eu continuo a ser a mesma miúda, só que agora diz que sou adulta e até já tenho filhos e tudo! É maravilhoso...
    Gosto especialmente dos momentos em que os meus filhos sentem isso...
    Há tempos dizia-me ele (6 anos), a oferecer-me uma guloseima qualquer:
    - Toma, mamã. Come! É para as crianças...

    Adorei o post! Obrigada
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Parece-me muito bom ser uma adulta de chocolate :)

    ResponderEliminar