quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Dos serões



Há os serões de silêncio… o marido a dormitar, a filha a ver vídeos no telemóvel, eu a ver uma série com o olho meio fechado…

Há os serões de miminhos, com ela deitada no meu peito que me levam sempre, mas sempre a cheirar-lhe o cabelo e deixar-lhe um beijo na nuca…

Há os serões de galhofa. Não é por estarmos sozinhas que estamos mesmo sozinhas… ontem foi um desses. Ela na “conversa” com duas amigas via privado do instagram ora com fotos, ora com mensagens, ora com vídeos, tudo um bocadinho a aparvalhar. Às tantas, a conversa já era a quatro :-).

Todas as amigas gostam da mãe da Bia e a Bia adora que gostem da mãe dela e nunca tem nem sequer uma pontinha de vergonha da mãe Lena.

Confesso que eu sempre quis ser a mãe fixe. O que não imaginei é que isso seria uma coisa tão natural para mim. Não me quero intrometer demais, não quero ser a cola, a chata, mas confesso que adoro quando me chamam para fazer parte da brincadeira.

Sem comentários:

Enviar um comentário