sábado, 22 de agosto de 2015

Férias - parte I



... tão bom como partir de férias :)

Pois é, duas semanas no Algarve passaram a voar.

Foi tudo na proporção perfeita este ano: a praia que nos apeteceu, a piscina quando queríamos, passeios à noite quando calhava, as maratonas de desenhos animados foram substituídas por sessões de "Friends"... passou-se muito bem para um casal caseiro com uma filha com um pé na adolescência.

Os planos não foram cumpridos na totalidade (ups...).

Os longos passeios que planeava dar foram substituídos por ficar a renhonhar na cama enquanto me perdia no twitter e por pequenas caminhadas para ir buscar pão quentinho para o pequeno almoço... nas férias tem de haver sempre pão fresquinho ao pequeno almoço...

Em 15 dias comi 1 bola de Berlim,  1 D. Rodrigo e nenhum gelado daqueles imponentes (não me apeteceu)... em compensação, depois do almoço e do jantar tinha sempre que comer um doce (hábito que me vai custar imenso a deixar agora, já sei)...

Água, esquece... era quando calhava (shame on you Sweet!)

Saladinhas foi realmente com fartura! Deliciei-me quase todos os dias com salada de tomate caseiro que não tem nada a ver com os que compramos no supermercado. Foram taças e taças de tomate madurinho temperado com imenso vinagre a acompanhar quase todas as nossas refeições. Pouca massa e arroz comi, mas em compensação foi pão, pão e mais pão estaladiço.

Apesar de tudo, é tão bom ir de férias como voltar a casa!

Agora sobra-nos ainda uma semaninha cá por casa para começar a organizar ideias e fazer as coisas entrarem nos eixos que bem preciso.

2 comentários:

  1. Concordo plenamente! Apesar de este ano nao ter saído de casa e de já não me lembrar de estar tanto tempo fora de casa, adoro voltar!
    E quanto ao pão...deixa lá,' perdoa-se o mal pelo bem que nos sabe' ;-)

    Beijos/ A Mãe

    ResponderEliminar
  2. Ai, que bom que deve ter sido! :)
    Agora metes as caminhadas e a água e os doces e sei lá que mais nos eixos.
    Continuação de boas férias! Beijoca

    ResponderEliminar